A telefonia fixa vai acabar?

telefonia fixa

Serviço essencial há anos, a telefonia fixa é um recurso considerado indispensável na comunicação empresarial. Contudo, em razão da expansão da telefonia móvel, assim como da transformação digital e todos os processos inovadores que estão sendo implantados nos últimos anos, uma dúvida muito comum entre os gestores é se este serviço irá cair em desuso.

Afinal, será que os telefones fixos vão desaparecer mesmo? O que vai acontecer com este serviço nos próximos anos? Continue lendo esse artigo e aproveite para esclarecer todas as suas dúvidas em relação a esse assunto!

Telefonia fixa- vai acabar? Quando?

Para quem tem dúvidas se a telefonia fixa irá acabar de vez a resposta é sim, mas isto será gradual e ocorrerá nos próximos anos. A previsão é que a telefonia fixa deixe de ser uma realidade comum e dê cada vez mais espaço para novas formas de comunicação.

Inclusive, uma queda do serviço se potencializou a partir de 2020, onde o número de linhas fixas passou para 38,5 milhões e, segundo a Anatel, em 2018 esse número era mais de 40,4 milhões.

Além disso, segundo a Lei Geral de Telecomunicações (LGT) até 2025 não será mais possível contratar linha de telefonia fixa. Isso porque, seguindo o projeto de lei 79 que atualmente se encontra parado no Congresso, a concessão de telefones fixos no Brasil será cessada.

De telefonia fixa para linhas móveis

A queda cada vez maior no número de contratação de operadoras de telefonia fixa é consequência do alto uso de smartphones. Além da praticidade, as linhas moveis proporcionam mobilidade e possuem um custo menor do que a telefonia fixa. Inclusive, o número atual de smartphones já é maior do que o número de brasileiros.

Isso pode ser comprovado por meio dos dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas) que apontam que em 2020 o numero de linhas móveis ativas no Brasil era de 234 milhões, sendo mais de um dispositivo por habitante.

Isso indica que os smartphones estão disponíveis para grande parte da população brasileira, ou seja, as linhas moveis estão bastantes presentes no cotidiano do brasileiro. Com a transformação digital, de 2018 em diante o número de linhas fixas só despencou e o de linhas móveis aumentou ainda mais.

A era VoIP

Permitindo fazer e receber ligações por meio da conexão com a internet, a tecnologia VoIP (Voice Over Internet Protocol) chegou para ficar. A prova disso, é o famoso WhatsApp que instalou uma nova era onde a comunicação fica literalmente na palma da mão. Alem das chamadas de voz e vídeo, o app permite o envio facilitado e rápido de arquivos.

Por depender exclusivamente da conexão com a internet, a tecnologia VoIP livrou os clientes de tarifas abusivas e de contratos de fidelidade dos planos de telefonia fixa. Além disso, tal tecnologia permite a comunicação a qualquer horário e em qualquer lugar. Por conta disso, o principal representante da tecnologia VoIP, o WhatsApp, se popularizou rapidamente.

Entenda Como o VoIP funciona

Atrelado a tecnologias paralelas, os benefícios da tecnologia VoIp ocorrem graças aos softwares que são a base do seu funcionamento. Por meio da tecnologia IP, os softwares realizam capturam a voz e transmitem a mesma por meio de dados analógicos. Posteriormente, a voz é convertida em convertida em pacotes de informação binária.

Por fim, a voz é transmitida por protocolo TCP/IP, sendo convertida novamente em voz para o receptor. Alem da tecnologia IP, para que o VoIP funcione é utilizado em muitos casos outras tecnologias como aplicativos, PABX e ATA (Adaptador Telefônico Analógico). Dessa forma, recursos como o WhatsApp, Messenger, Facebook e Skype conseguem funcionar.

Telefonia fixa e VoIp

Potencializando o uso de linhas móveis e colaborando para a queda da telefonia fixa, a tecnologia VoIP se caracteriza por ser um serviço de telefonia que utiliza a estrutura da internet para realizar chamada de voz e de vídeo. Já a telefonia se diferencia por permitir apenas chamada de voz de forma limitada.

Além disso, existem outros pontos que diferenciam estes dois formatos de telefonia, Veja!

·         Tempo de ativação

As linhas de telefonia com o uso da tecnologia VoIp podem ser ativadas em menos de 1 hora e no conforto da casa do cliente ou do trabalho. Já as linhas de telefonia fixa exigem que o cliente aguarde alguns dias para que todo o serviço de ativação seja concluído.

·         Instalação do serviço

A tecnologia VoIP funciona basicamente por meio da conexão com a internet e de uma conta em um serviço VoIP. Em contrapartida, ao contratar uma empresa de telefonia fixa é necessário arcar com os planos de fidelidade e ainda com todo o cabeamento necessário.

·         Custo da ligação

Na tecnologia VoIP a cobrança varia de celular para fixo e nas ligações internacionais ou nacionais. Já na telefonia fixa o custo é pelo tempo e pelo tipo de ligação. Alem disso, o custo pode variar da distância, de acordo com a operadora telefonia fixa, do horário e dia.

Como se adequar sua empresa a essa mudança?

Como o fim da telefonia fixa no Brasil é uma questão de tempo, então o ideal é que as empresas que ainda utilizam serviços de telecom fixo migrem para o móvel. No entanto, para que isso ocorra sem prejuízos a empresa é necessário seguir algumas mudanças. Veja!

1.      Migre da telefonia fixa para a telefonia VoIP

Migrar para a telefonia VoIP é a melhor escolha que uma empresa pode adotar para se adaptar a transição do fixo para o móvel. Além da mobilidade, o custo com o serviço será menor do que na telefonia móvel.

No entanto, vale dizer que o custo de instalação pode ser maior. Porém, a longo prazo o custo-benefício do VoIP compensa o gasto com instalação.

2.      Escolha a portabilidade numérica

Ao trocar o plano de telefonia fixa por comunicação VoIP é interessante para as empresas optarem pela portabilidade numérica. Por meio da portabilidade numérica, a migração do fixo para o móvel é efetuada sem alteração de número. Isso é importante para que a empresa não perca o contato com clientes antigos e nem gere confusões com o número.

3.      Opte por uma internet de qualidade

Além da energia elétrica, a internet é a base da comunicação VoIP, ou seja, sem internet a tecnologia VoIP não funciona.

Portanto, investir em uma internet de qualidade e que atenda com folga as necessidades da empresa é indispensável para que problemas de instabilidade com a internet não ocorram e assim a comunicação da empresa não seja prejudicada.

4.      Invista no PABX IP

Atuando como uma completa e eficiente central telefônica, o PABX IP (Private Automatic Branch Exchange) realiza a distribuição dos ramais telefônicos. Com uma quantidade maior de recursos e mais econômico a longo prazo, o PABX IP é indispensável para as empresas que desejam realizar a portabilidade do serviço de telecomunicação fixo para o móvel.

5.      Instale o Telefone IP

Indispensável para a comunicação VoIP, o telefone IP é um aparelho fixo que atua conectado à rede de internet. Com diversas funcionalidades, essa tecnologia ajuda na gestão de telecom das empresas com recursos como o identificador de chamadas e gravações de ligações. Além disso, o telefone IP permite que a empresa reduza custos com o serviço de telecom.

6.      Adote o ATA

Capaz de conectar um tempo analógico comum a tecnologia VoIP, o ATA (Adaptador de Telefone Analógico) deve ser outro investimento da empresa para a comunicação VoIP.

Nesse sentido, com o adaptador ATA a empresa não precisa se desfazer de instalações físicas, dos aparelhos antigos e nem precisa ficar totalmente dependente da internet.

7.      Considere o Softphone

O Softphone não é uma exigência para a mudança do fixo para o VoIP, mas é uma opção interessante de comunicação móvel. Na prática, o Softphone funciona como um telefone, mas sem precisar de um aparelho fixo. Isso porque essa tecnologia se trata de programas para computadores ou aplicativos para smartphones que também dependem da internet.

8.      Análise o contrato

Para realizar a mudança do fixo para o móvel, a empresa deve antes analisar o contrato e verificar se a operadora oferece essa opção. Caso ofereça, o gestor deve conversar com a operadora sobre o desejo de portabilidade para a comunicação VoIP.

9.      Opte por outra operadora

Apesar de ser um processo comum, existe ainda empresa de telefonia fixa que não possibilita a troca de telefonia fixa para a telefonia móvel. Neste caso, para realizar a portabilidade a empresa deve optar por outra operadora que ofereça tal processo. No geral, as empresas precisam primeiro pagar a taxa equivalente a quebra de contrato com a operadora atual.

10.  Pesquise a reputação da operadora

Caso a empresa opte por trocar de operadora para realizar a portabilidade é indispensável que a mesma analise a reputação da nova contratada. Isso porque a tecnologia muda constantemente e por isso é necessário escolher uma operadora que permite a inserção de novas tecnologias. Além disso, é preciso se atentar a qualidade do serviço pela operadora.

11.  Conte com o suporte de uma empresa

A dica de ouro para realizar a portabilidade do fixo para a telefonia móvel é contar com o apoio especializado de uma empresa de gestão de telecom. Isso porque a consultoria especializada se responsabilizará por todos os processos acima e tornará a portabilidade uma mudança simples, eficiente, segura, ágil e com o melhor custo-benefício para a empresa.

Agora que você já sabe que a telefonia fixa provavelmente vai acabar em alguns anos, está esperando o quê para solicitar a portabilidade na sua empresa? Contrate já a consultoria de gestão de telecom e inove!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *