Home Office ou Teletrabalho? Entenda as diferenças

home office ou teletrabalho

Com a Pandemia houve uma reformulação na dinâmica de trabalho em muitas empresas. Em alguns setores, as jornadas que normalmente eram realizadas de forma presencial, passaram a ser feitas nas modalidades Home Office ou Teletrabalho.

Mas, ainda que ambas as alternativas sejam executadas fora da empresa, cada uma possui suas particularidades. E entender as características de cada modalidade é importante, até para saber como funciona a dinâmica de trabalho em cada uma delas.

Se você não sabe ou ainda tem dúvidas sobre as diferenças entre home office e teletrabalho, não se preocupe. Acompanhe esse artigo e veja agora as principais características e diferenças dessas modalidades que estão cada vez mais presentes nas empresas. Confira!

Teletrabalho significado e como funciona?

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o Teletrabalho consiste em uma modalidade de trabalho feito em local distante do seu centro de produção, por meio do uso de tecnologias capazes de facilitar a comunicação e execução do trabalho.

Em outras palavras, o Teletrabalho nada mais é do que a possibilidade do trabalhador desenvolver suas funções fora da empresa. Para isso, ele usa tecnologias de informação e comunicação que mantêm o seu vínculo junto ao empregador.

Após a Reforma Trabalhista de 2017 (Lei nº 13.467), o Teletrabalho passou a estar incluso nas regras da CLT e passou a ter um regimento que respeita suas necessidades. Nesta modalidade, o trabalhador não possui uma jornada de trabalho específica. Além disso, ele também não recebe valores referente a horas extras. Os valores concernentes ao desempenho das funções ficam por conta do empregador.

Entretanto, todas as informações devem estar pautadas dentro do contrato de trabalho. Vale destacar ainda que o exercício do Teletrabalho não é fixo, ou seja, o empregador pode solicitar que o profissional migre para o trabalho presencial a qualquer tempo. Contudo, é necessário dar um prazo de 15 dias para que a transição seja concluída.

A característica essencial do Teletrabalho é o fato de ser uma atividade desenvolvida exclusivamente com o apoio da tecnologia. O empregador deve fornecer uma infraestrutura que inclui equipamentos, como telefone, computador, sistemas de gestão entre outros recursos que viabilizam a realização do trabalho.

Home office significado e como funciona?

Quando se fala em home office ou teletrabalho, muitos pensam se tratar de conceitos recentes. Na verdade, o home office já existe há algum tempo, mas só se tornou popular no Brasil durante a Pandemia, em 2020. Em meio as regras de isolamento social, as empresas foram obrigadas a se adaptar e adotar essa modalidade de trabalho para continuar funcionando.

Mas o que é Home Office? Em tradução literal, Home office significa um trabalho realizado em casa. Mas, na verdade, é o trabalho que é executado de forma remota. Trata-se de uma modalidade nova no Brasil e por isso ainda não possui legislação específica.

No Home office o trabalhador mescla atividades em casa e algumas na empresa. Mas, a maioria das atividades é realizada remotamente.

Inclusive, essa dinâmica faz com que não haja necessidade de alteração do contrato de trabalho, podendo o home office ser adotado apenas como política interna da empresa. Inclusive, em muitas organizações trabalhar em home office é visto como uma espécie de bônus no trabalho.

Outro ponto que vale destacar sobre o Home office é que nessa modalidade há um controle maior da jornada de trabalho por parte do empregador. Apesar de ser remoto, para atuar nesse modelo é preciso seguir as regras da CLT para a modalidade presencial. Todavia, a responsabilidade em fazer esse controle da jornada é do trabalhador. 

Além disso, nesta modalidade é mantido os pagamentos de adicionais noturnos, horas extras e valores de intrajornada. Vale lembrar, que aqui também é responsabilidade do empregador fornecer os materiais necessários para execução do trabalho.

Diferença entre teletrabalho e home office

home office ou teletrabalho

Apesar das semelhanças, o home office e teletrabalho possuem muitas diferenças. Principalmente no que se refere a legislação, já que o teletrabalho possui regulamento próprio e o home office não.

Além disso, o controle da jornada de trabalho também é diferente. No Home Office o empregador consegue ajustar formas de controle de ponto. Enquanto isso, no Teletrabalho, a rotina pode ser feita a qualquer momento, não sendo atribuídas horas extras.

No Home Office o funcionário precisa cumprir o seu horário de trabalho como se estivesse na empresa. Já no Teletrabalho, basta dar conta de realizar todas as demandas do dia.

Outra diferença é que no Home office o funcionário pode participar de atividades presenciais na empresa, como reuniões, por exemplo. Enquanto isso, no Teletrabalho, tudo é feito de forma online ou por videoconferências.

Compreender a diferença entre home office ou teletrabalho é fundamental para que a empresa entenda como será sua abordagem em cada tipo de trabalho. Afinal, quando se trata de Home Office, é necessário que a empresa desenvolva mecanismos para controlar a jornada do funcionário.

Não só pelo regimento da empresa, mas também devido a legislação, pois o Home Office segue as regras da CLT de trabalho desenvolvido presencialmente.

Vantagens e desvantagens do teletrabalho e do home Office

De modo geral, trabalhar nessas modalidades envolvem benefícios e desvantagens, conforme veremos a seguir.

Vantagens

Uma das principais vantagens de ambas as modalidades é a economia de tempo, já que você não precisa se deslocar até a empresa. Além do mais, isso minimiza riscos de acidentes e estresse do trânsito diário, sobretudo quando se trata de empresas localizadas em grandes centros urbanos. Mas, este não é o único benefício que as modalidades de teletrabalho e home office oferecem:

  • Para a empresa a vantagem diz respeito a economia, pois não há necessidade de grandes locais para acomodar todos os funcionários. Quando se trata de aluguel, o valor para manter o negócio ativo é menor, sobretudo porque a sede não exige grande espaço para funcionamento. Isso sem falar redução que há em despesas fixas como energia e água, por exemplo.
  • O funcionário consegue ter mais qualidade de vida, já que com a economia de tempo pode fazer uma atividade física, aproveitar para cozinhar para família, pode organizar para os filhos ficarem em casa;
  • A empresa também sai ganhando quando um funcionário tem mais qualidade de vida, já que ele se torna mais produtivo e receptivo às orientações.

Desvantagens

Como nem tudo são só flores, trabalhar em home office ou teletrabalho também oferece algumas desvantagens.

Ao mesmo tempo que o funcionário ganha tempo atuando em home office ou teletrabalho, para a empresa isso pode ser um problema. Sobretudo em relação a forma como o funcionário irá conduzir a dinâmica de trabalho. Ou seja, ele pode se tornar ocioso, procrastinando tarefas e deixando acumular serviços por não saber separar as obrigações de trabalho com as de casa, por exemplo.

Além disso, pelo fato das atividades não serem desempenhadas em um ambiente único, é possível que haja imprevistos envolvendo a comunicação entre empresa e funcionários. Por isso, ao implementar esse modelo de trabalho, é crucial contar com um sistema de telecomunicação integrado, que viabilize recursos afim de evitar que esse tipo de problema aconteça e coloque em cheque a efetividade das operações.

Outro ponto é a dificuldade na adaptação ao novo modelo de trabalho. A falta de contato com outros membros da equipe e a restrição na comunicação uns com os outros pode acabar afetando o rendimento dos funcionários.

Portanto, é importante que a empresa esteja atenta às condutas e perfis dos funcionários, para poder perceber para quem essa dinâmica pode ser proveitosa ou não. Além disso, é importante trabalhar nas desvantagens a fim de promover ajustes que permitam um desenvolvimento adequado das tarefas e melhora na produtividade da empresa, assim como na qualidade de vida dos funcionários.

Pensando em adotar o teletrabalho ou home office? Veja o que fazer!

Mesmo entendendo as principais diferenças entre home office e teletrabalho, ainda ficam dúvidas sobre como implementa-las na prática. Nesse sentido, o Teletrabalho é um pouco mais burocrático e precisa de mais atenção da empresa.

Enquanto o home office pode ser feito em acordo com um funcionário mediante política interna da empresa e ainda abre a possibilidade de desenvolver o trabalho em casa e na empresa, o teletrabalho não abre essa opção. Por isso, consultar as disposições da lei que regulamenta essa modalidade é fundamental para compreender melhor o que pode ou não dentro dessa relação de trabalho.

Além disso, é fundamental a criação de canais eficientes de comunicação junto a equipe, para que empresa e funcionários estejam alinhados. De chats internos, telefonia móvel a mensagens instantâneas, o mais importante é trabalhar para que a comunicação ocorra de forma rápida e sem contratempos.

Os mecanismos de controle de jornada também precisam estar alinhados. Como o funcionário do Home Office deve cumprir carga horária, você precisa de uma forma de identificar se isso está acontecendo.

Portanto, agora você já sabe as principais diferenças, vantagens e desvantagens do home office ou teletrabalho. Então, avalie as características de cada opção, assim como o perfil da sua equipe e veja qual modelo melhor se encaixa na sua empresa afim de levar mais produtividade e eficiência a sua rotina operacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.