Gerenciamento de dispositivo móvel. Aprenda como começar

gerenciamento de dispositivo móvel

Com a adoção de tecnologias cada vez mais disruptivas no ambiente corporativo, as atividades empresarias que antes se concentravam apenas em equipamentos fixos, agora abrem espaço para o uso cada vez mais frequente dos dispositivos móveis. Mas, para garantir o bom funcionamento e segurança dos dados nesse novo formato de comunicação é preciso contar com um gerenciamento de dispositivo móvel eficaz.

E você, sabe do que se trata esse gerenciamento? Qual sua importância para as empresas? Ou como iniciar o gerenciamento de dispositivo móvel na sua organização?

Continue lendo esse artigo e aproveite para esclarecer estas e muitas outras dúvidas em relação ao assunto. Confira!

O que é gerenciamento de dispositivo móvel

Também conhecido pela sigla MDM (Mobile Device Management), o gerenciamento de dispositivo móvel corresponde a um conjunto de soluções aplicadas com o objetivo de gerenciar e monitorar os dispositivos móveis implantados nos sistemas e provedores da empresa.

Esse gerenciamento proporciona um controle maior sobre o fluxo de dados dos dispositivos móveis usados pelos funcionários. Além disso, ele também ajuda a sincronizar arquivos, bem como a monitorar e promover a interação entre os dispositivos.

Importância do gerenciamento de dispositivo móvel nas empresas

As soluções de MDM contribuem com a empresa de diferentes formas. Entre os principais benefícios que o gerenciamento de dispositivo móvel pode oferecer para as organizações, estão:

Maior controle e performance dos dispositivos móveis

Com o gerenciamento de dispositivo móvel, as empresas conseguem ter um maior controle sobre as informações disponibilizadas nos celulares corporativos.

Além disso, as soluções de MDM também ajudam a elevar a performance dos dispositivos, na medida em que:

  • Viabilizam maior controle sobre o uso do pacote de dados e bateria
  • Geram relatórios de rendimento.

E também usam outros parâmetros que contribuem para monitorar a forma como os colaboradores usam os aparelhos. E, assim, prover ações visando uma utilização mais produtiva e segura dos dispositivos.

Otimização de suporte e processo de trabalho

Qualquer situação que necessita de suporte se traduz em perda de tempo e queda de produtividade. Não importante se é para reconfirmar a rede Wifi ou então liberar ou bloquear acesso a algum app. O fato é que estas ações demandam tempo.

Com um gerenciamento de dispositivos móveis, é possível solucionar problemas como estes de maneira remota. E, assim, poupar tempo, custos e otimizar a satisfação das áreas envolvidas.

Além disso, a mobilidade corporativa viabiliza a implantação de dispositivos direcionados unicamente para as funções de trabalho. Ou então permite ainda o uso do BYOD (Bring Your Own Device) que configura o celular pessoal do funcionário para realizar tarefas da empresa.

Dessa forma, é possível aumentar o rendimento geral da equipe e otimizar o processo de trabalho, elevando a produtividade.

Eleva a segurança dos dados

Os dispositivos móveis estão cada vez mais incorporados a rotina profissional. Com isso, arquivos na nuvem são acessados de qualquer dispositivo. E isto eleva a necessidade de buscar formas para proteger os dados contra hackers e outras ameaças digitais.

Com as soluções de gerenciamento para dispositivos móveis, é possível criar politicas de compartilhamento mais seguras. E também viabilizar ações que contribuam para diminuir os riscos virtuais a cada compartilhamento.

Além disso, um gerenciamento de dispositivo móvel eficiente também ajuda a manter a gestão de dados alinhada às normas previstas na LGPD que entrou em vigor em dezembro de 2020. Assim, sua empresa evita se sujeitar a multas e sansões que podem chegar a 50 milhões de reais.

Principais riscos de não adotar o gerenciamento de dispositivo móvel

gerenciamento de dispositivo móvel

Não adotar o gerenciamento de dispositivo móvel na empresa envolve alguns riscos. Mas, sem dúvida, o principal deles se refere a segurança das informações e da rede.

Sem uma gestão que monitore as políticas de uso e segurança de dados em dispositivos móveis, sua empresa fica suscetível a vírus, malwares e outros ataques cibernéticos. Além disso, podem haver furto ou perda de dados, resultando em vazamento de informações sigilosas da empresa ou de clientes.

Como resultado, seu negócio pode acabar perdendo credibilidade no mercado. E mais, poderá ter prejuízos financeiros em decorrência de sansões judiciais. Por isso, começar um gerenciamento de dispositivo móvel é importante não só para melhorar a dinâmica operacional da organização. Mas, também para evitar riscos que possam comprometer a imagem da sua empresa.

Como fazer o gerenciamento de dispositivo móvel

Um gerenciamento de dispositivos móveis eficiente precisar ter potencial para controlar e proteger os dados em todos os aparelhos corporativos. Além disso, também é importante que as práticas de gestão estejam alinhadas às necessidades da empresa.

Se você está começando agora seu contato com as soluções de gestão da mobilidade corporativa. E está com dificuldades para implementar esse processo na sua empresa, não se preocupe! Existem algumas ações que você pode seguir para começar a fazer o gerenciamento de dispositivo móvel na sua empresa. E a primeira delas é:

1.      Avalie os dispositivos móveis que sua empresa usa

Pensar em como fazer a gestão de dispositivo móvel na sua empresa é importante. Mas, antes disso, você deve identificar quais são os diferentes endpoints usados no seu ambiente. Para isso, é importante que se faça alguns questionamentos:

  • Quantos e quais tipos de dispositivo sua empresa gerencia? (iOS, macOS, Microsoft Windows e etc)
  • Quais apps são necessários para executar as tarefas na sua empresa?
  • Com o que seus dispositivos se conectam internamente? (Google apps, EWS e etc)

Após obter as respostas para as questões acima, você terá condições de planejar os próximos passos. E seguir adiante com a implantação do gerenciamento de dispositivo móvel na sua organização.

2.      Adote uma politica para uso de dispositivos corporativos

Criar e implementar uma politica para uso de dispositivos na empresa é fundamental. Afinal, essa prática ajuda a reduzir falhas que podem tornar a segurança dos dados da empresa vulneráveis.

Ao elaborar este documento, inclua questões que estejam diretamente ligadas a como os funcionários irão usar os dispositivos da organização. Ou seja, na política, você deve definir quais ações são permitidas e quais sua equipe deve evitar. Além disso, essas questões também devem estar alinhadas a rotina operacional da empresa.

Lembrando que as penalidades em caso de descumprimento da politica de uso dos dispositivos móveis também devem ser claras.

3.      Monitore o uso dos dispositivos móveis

A presença de dados sensíveis em dispositivos para fins corporativos exige a necessidade de controle sobre o que é acessado. Até mesmo para identificar uma conduta suspeita e, com isso, tomar as medidas necessárias para conter os danos.

Para isso, o ideal é contar com soluções de gerenciamento de dispositivo móvel que forneça relatórios com informações completas. Desde inventário de dispositivos, até a conformidade dos seus dispositivos com as políticas corporativas e os potenciais riscos de segurança.

Dessa forma, os gestores de Ti poderão implementar ações de forma mais rápida e assertiva, evitando que pessoas mal intencionadas tenham acesso ao sistema da empresa.

4.      Adote medidas de segurança

É importante que ao implementar o gerenciamento de dispositivo móvel na sua empresa, você adote protocolos de segurança, bem como outras soluções que diminuam o risco de vazamento de dados e também de outras ações maliciosas que possam comprometer a imagem da sua empresa.

Além disso, também é necessário que os protocolos e soluções adotadas sejam atualizadas periodicamente. Afinal, novos mecanismos para violação de dados corporativos surgem a todo momento. E para que seus dispositivos corporativos estejam seguros, eles precisam se manter atualizados e prontos para combater novos riscos de segurança.

5.      Forneça somente os aplicativos certos

Na hora de fazer o gerenciamento de dispositivo móvel, sua empresa pode definir quais apps irão ser instalados nos aparelhos. E, dessa forma, limitar o acesso a aplicativos considerados não essenciais para a rotina operacional.

Fazer essa seleção de aplicativos e limitar o acesso é importante, pois diminui as chances de um funcionário violar a politica de uso dos dispositivos móveis estipulada pela empresa. Além disso, essa limitação também impede que a produtividade da sua equipe seja comprometida pelo uso dos dispositivos.

6.      Você não precisa fazer isso sozinho

Implementar uma gestão de mobilidade corporativa é uma jornada que pode ser intimidante para muitos gestores. Afinal, para garantir que todos os dispositivos estejam operando corretamente, é preciso fazer um acompanhamento estratégico sobre todos eles. E isto muitas vezes gera dúvidas e desafios.

Por isso, nesse caso, vale considerar a parceria com um serviço que lhe forneça total suporte nesse sentido. Ou seja, você não precisa estar sozinho nessa jornada.

Procure por um parceiro experiente que seja capaz de auxiliar na gestão da mobilidade corporativa da sua empresa. E garantir a logística e segurança dos seus dispositivos móveis por meio de bons sistemas, programas e processos.

Somente dessa maneira você terá condições de contar com os recursos necessários para garantir um gerenciamento de dispositivo móvel eficiente. E, assim, atingir seu objetivo, maximizando o retorno sobre o seu investimento.

Gostou do artigo? Precisando de um suporte profissional e especializado em gerenciamento de dispositivo móvel para sua empresa? Conte com a Mobilit! Entre em contato conosco e descubra como tornar sua gestão de mobilidade corporativo mais prática e eficiente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *