Conheça cinco cargos muito desejados na área de TI

Emprego de TI

As atividades de big data, armazenamento em nuvem e Tecnologia da Informação (TI) em geral conquistaram um espaço impressionante no mundo corporativo e criaram cargos na área de TI, uma situação irreversível que só tende a se expandir.

Esse domínio total da tecnologia promoveu grandes e importantes mudanças no mercado de trabalho, com o despontar de novas funções, há alguns anos inimagináveis. A nova demanda é por profissionais de TI com habilidades específicas.

No Brasil, apenas no primeiro semestre deste ano, foram ofertadas 17 mil novas vagas no setor, de acordo com a empresa de recrutamento Catho. A maior procura foi por programadores, o que representou 4,1 mil das oportunidades. 

Já para analistas de suporte, foram 2,8 mil vagas; para analista de sistemas, 643; os técnicos em informática contavam com 599 possibilidades de novos trabalhos e 294 vagas foram destinadas a analistas de testes. Ou seja, um segmento em expansão sem igual.

De acordo com pesquisa da empresa de recursos humanos Kelly Services, 30% das oportunidades em TI foram ofertadas na cidade de São Paulo, capital responsável pelo emprego de 90 mil profissionais de tecnologia no período 2010-2013.

A evolução e o crescimento do setor têm se mostrado tão significativos que as expectativas da consultoria são de um salto astronômico dos cargos na área de TI até o fim deste ano: entre 130 mil e 150 mil postos de trabalho.

A expansão é mundial. No Canadá, a expectativa é de que mais de 180 mil vagas na área sejam preenchidas até 2019, em cidades como Ontário, Quebec, British Columbia e Alberta. Os chamados “geeks” estão entre os trabalhadores mais requisitados nos quatro cantos do mundo.

Dentre as vagas mais ofertadas, estão:

1. Programadores e desenvolvedores de mídia interativa

Pesquisa da ComputerWorld revelou que 48% dos entrevistados afirmaram ter necessidade de profissionais para o desenvolvimento de programação/aplicação.

Para a vaga, o profissional deve ter habilidades de codificação, escrita, integração e testes de código de computador para aplicações de software, operações e processamento de dados.

Desenvolvedores de mídia interativa também são disputados para animação gráfica, efeitos especiais para jogos de vídeo ou aplicativos baseados na Internet. 

2. Analistas e consultores de sistemas de informação

No mundo corporativo, a demanda por soluções de TI com vistas na melhoria de processos de negócios cria a necessidade de profissionais dedicados ao desenvolvimento e implementação de planos de sistemas de informação, políticas e procedimentos internos.

Este profissional é responsável por analisar as ofertas tecnológicas disponíveis e deve atuar juntamente à equipe de gestão para colocar em prática as estratégias de TI e soluções adequadas. 

Além disso, orienta CIOs sobre prestação de serviços de segurança de dados e informações. Contudo, características como pensamento analítico e crítico são indispensáveis a este profissional.

3. Gestores de sistemas de informação

A execução dos sistemas de informação é responsabilidade do gerente de sistemas. Por outro lado, o candidato à vaga deve ter conhecimento sobre gestão de negócios e tecnologia, capaz de garantir agilidade nos processos da organização.

O gerente de sistema de informação atua junto aos analistas e consultores, com o objetivo de avaliar, organizar e dirigir as atividades da empresa. Ele também é o responsável pelo orçamento do departamento de TI.

4. Operadores de computador e de rede e técnicos da web

Responsáveis pelas atualizações de software, hardware, redes de mainframe ou redes de longa distância, estes profissionais – de acordo com a pesquisa da ComputerWorld – são requisitados por 30% das empresas entrevistadas. Porém, as vagas são para os setores de help desk e suporte técnico de campo. Algumas das tarefas da função incluem a instalação de equipamentos e realização de backups de dados.

5. Engenheiros de software

Os criadores dos principais produtos das empresas de tecnologia são profissionais altamente demandados. Entre as atribuições do engenheiro de software, estão o desenvolvimento de dados, de processos e modelos de rede para arquitetura de otimização de software. O profissional também é o responsável por coordenar o desenvolvimento e a integração de sistemas baseados em computadores.

Este é, portanto, um setor em expansão sem igual. Contudo, para jovens que estão no momento da escolha profissional, vale a pena dar atenção aos cargos na área de TI, sobretudo neste momento pelo qual passa o País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *