7 Perguntas a fazer antes de criar um App corporativo

App corporativo

Aplicativos móveis estão em posição de destaque por uma simples razão, eles conectam o seu negócio diretamente com o cliente. Neste artigo sugeriremos uma breve reflexão: 7 perguntas a fazer antes de se criar um app corporativo.

Apps que oferecem serviços desde reservas de hotel, compra de produtos, interação social e delivery de refeições estão presentes na vida de todos, e as últimas pesquisas já apontam o uso de Smartphones e Tablets por mais de 50% da população das grandes cidades.

Possuir uma presença no mercado, seja através de aplicativos ou sites otimizados para dispositivos móveis, representa mais que inovação, representa a real necessidade de aquação às novas demandas.

É por esse motivo que muitas empresas estão desenvolvendo seus aplicativos próprios, afim de oferecer um contato direto com o cliente e poder comercializar seus produtos ou serviços com agilidade.

O projeto de desenvolvimento de um aplicativo pode ser feito tanto por uma equipe profissional, como através de serviços de criação de apps oferecidos na rede.

Se você estiver analisando as possibilidades de criar um aplicativo, responda a essas perguntas para definir sua estratégia:

1 – Qual é o objetivo do aplicativo?

Ao criar seu aplicativo, a primeira questão a ser feita é sobre o seu objetivo. Seria trazer pessoas para sua loja? Aumentar a visibilidade do seu site?

Muitas empresas perdem dinheiro ao acreditar que os usuários vão simplesmente encontrar e usar o seu app. Ganhar participação de mercado sem um aplicativo funcional é um desperdício.

Defina o uso para o app, antes de qualquer coisa, e tenha claro a solução oferecida através dele. 

2 – Devo desenvolver um aplicativo ou um site otimizado já cumpre o objetivo desejado?

Em alguns casos, você não irá precisar de um aplicativo. A versão otimizada de sites são ótimas opções se você deseja apresentar o seu conteúdo em Smartphones.

Em contrapartida, aplicativos funcionam melhor para ações específicas, como por exemplo fazer reservas em hotéis ou realizar a comprar e venda de produtos diversos. Elem devem apresentar vantagem rapidamente percebida aos usuários, pois facilidade e agilidade são palavras diretamente atreladas aos apps.

Apps podem tirar vantagem das funções dos Smartphones como o GPS, câmera, microfone e fotos, e inserí-las em suas ações para maior funcionalidade.

3 – Devo criar meu próprio aplicativo ou fazer parte de um já existente?

Criar aplicativos pode custar muito tempo e dinheiro. Por vezes fazer parte de um aplicativo existente, como por exemplo um diretório de serviços oferecidos em sua cidade, pode ser uma alternativa mais rápida e barata para se inserir no mercado. Verifique se a funcionalidade atende às suas neecssidades, e se ele já tem histórico de sucesso.

Se mesmo assim optar por criar seu app próprio, certifique-se de que irá mantê-lo atualizado e ativo e se irá ter relação com outros apps do mesmo segmento.

4 – É melhor usar um App Creator ou um desenvolvedor?

Existem opções diversas de App Creators no mercado (Apps Factory, Mobile Roadie, Como) que permitem ao usuário criar seu aplicativo mesmo sem conhecimento técnico.

Os preços são atrativos, o design é bem feito serve muito bem para pequenos e médios negócios como restaurantes, comércios locais e difusão de conteúdo.

Já os aplicativos desenvolvidos por equipes profissionais podem ter um custo alto, dependendo da complexidade dos dados envolvidos.

Aplicativos que coordenam grandes bancos de dados, como no caso de informações de vôos, hospedagem, redes sociais e servidores de e-mail precisam de um suporte avançado, com servidores dedicados e equipes trabalhando full time.

5 – O aplicativo deve ser compatível com IOS, Android ou ambos?

Após definir qual o seu objetivo, o próximo passo é saber qual plataforma será compatível com o app.

Quando a decisão é pelo iOS ou Android, parte do mercado acaba sendo perdido. Produzir um app para ambas as plataformas é mais custoso e requer habilidades distintas.

Com os App Creators é mais fácil fazer um app para múltiplas plataformas. Aplicativos web-based em HTML5 não são visíveis nas lojas (App Store, Google Play) mas podem ser visualizados em praticamente todos os navegadores de qualquer sistema operacional.

Opte inicialmente por atender aos maiores mercados (iOS e Android), e aos poucos tenha uma versão em HTML5 pra eliminar os conflitos.

6 – Como o App será utilizado?

Os aplicativos mais bem sucedidos são aqueles focados na resolução de problemas específicos do usuário. Pesquise quais os maiores problemas enfrentados por seus clientes e construa um aplicativo eficientes nestas soluções. 

Apps que tentam realizar muitas tarefas acabam fracassando, seja simples e direto em resolver os problemas realmente importantes e as reais necessidades do seu cliente.

7 – Como será feita a atualização de conteúdo?

Um aplicativo bem sucedido deve atualizar seu conteúdo, bem como se adaptar às novas versões dos sistemas operacionais e tablets. Mantenha um sistema de manutenção de conteúdo frequente para se destacar e atrair interesse.

Uma empresa não irá errar ao buscar presença no mundo dos dispositivos móveis, que está dominando o mercado. No entanto, apps mal desenvolvidos e desfuncionais são ultrapassados em poucas semanas, compromentendo todo o esforço e investimento.

Uma estratégia de desenvolvimento sólida deve ser posta em prática para conquistar o mercado e atingir milhões de usuários com um click!

Concluindo, o desenvolvimento de um app corporativo pode ser um grande passo para qualquer empresa, mas como todo projeto, deve ser avaliado e planejado com a atenção proporcional ao investimento a ser realizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *