<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1616712345234498&amp;ev=PixelInitialized">
SOLICITE ATENDIMENTO

BLOG MOBILIT

Excelência em gestão de despesas de telefonia móvel, fixa e dados.

Estratégia de Migração - O que fazer com os aparelhos Blackberry?

Postado por Mobilit em 09/04/2014 10:33

cellphone_blackberry_sytleNos dias de hoje, a velocidade dos avanços tecnológicos é assustadora. Mudanças de tecnologia, plataformas e ferramentas chamam a atenção por serem repentinas, forçando empresas e usuários a adaptarem-se rapidamente.

De acordo com pesquisas, o ciclo de troca de um aparelho móvel no ano 2000 era de 21 meses, já em 2013 esse tempo caiu para 11,5 meses, criando um ambiente extremamente volátil e rápido no qual grandes marcas, provedores e operadoras podem sair do mercado em menos de um ano.

A BlackBerry, famosa marca que nos anos 2000 arrebatou milhões de usuários corporativos por oferecer um dispositivo integrado que permitia a produção de conteúdo profissional em qualquer lugar, mas em 13 anos foi de queridinho dos executivos a coadjuvante de mercado. Com a chegada do iPhone - iOS e Android, houve uma reviravolta, obrigando empresas a rapidamente tomarem providências e encontrarem alternativas.

Vejamos algumas situações que exigem atenção:

  • A regra é: os consumidores direcionam o mercado, e o mercado direciona as empresas. O padrão vigente, as tendências e o que está sendo adquirido pela maioria são fundamentais nas decisões corporativas.
  • Com velocidade espantosa, as mudanças tecnológicas requerem um plano de contingência em caso de uma marca ou operadora falhar, uma empresa não pode depender de um único provedor como equipamentos BlackBerry, por exemplo, pois os líderes de hoje podem cair rapidamente no futuro.
  • As transições de tecnologia dão muito trabalho, é preciso gerenciar contas, planos, inventários de aparelho e dispositivos, uso de dados, despesas e revisão da política em uso.
  • O novo cenário tecnológico torna as áreas de TI, Help Desk e Gerenciamento de Telecom mais importantes do que nunca.

Esse novo cenário traz muitas opções juntamente com muitas incertezas. Todo o ambiente tecnológico está em mudança e o caso da BlackBerry é somente parte de uma grande tendência. Se as empresas confiarem somente em um único provedor, correrão riscos. É preciso criar um modelo que combine tecnologia, pessoas e processos para lidar com mudanças constantes. Mas não há motivo para pânico, apesar de todo o trabalho despendido com a empreitada, existem empresas preparadas, especializadas em Gestão de Telecom que podem lhe ajudar em todos esses desafios.

Abaixo vamos observar um método para Estratégia de Migração Tecnológica em seis passos:

1. Identifique

Comece identificando quem irá gerenciar o projeto e quem são os interessados. O que será usado, quais dispositivos, quais áreas irão utilizar as ferramentas. Pense também em qual política de segurança será usada, se o funcionário terá acesso total ou limitado aos recursos do aparelho e informações da empresa. Considere os custos extras e a possibilidade de patrocínio e parcerias.

2. Defina

Certamente a fase mais complexa. Defina um plano de transição começando por estabelecer um prazo. Depois, os parâmetros sobre propriedade intelectual, segurança e riscos para os dados gerados, compartilhados e baixados. Defina o controle de acesso – todos os funcionários podem ter acesso a todos os dados da empresa? Sua empresa possui dados confidenciais? Quais os níveis de acesso? Existem funções específicas, que requerem aplicativos específicos? Os celulares serão usados somente para abrir e-mails ou para gerar conteúdo em campo? Você usará notebooks? PCs? Tablets? Quão valiosos são os dados da sua empresa? Será necessário um treinamento? Quais itens precisarão ser substituídos?

3. Teste

O próximo passo consiste em testar a nova tecnologia em um pequeno grupo selecionado antes de implementar as mudanças. Assegure-se de selecionar os mais diferentes perfis de usuários que irão utilizar a nova tecnologia.

4. Implemente

Após testar os resultados, é hora de implementar em larga escala. Pelas estatísticas, 50% dos funcionários que recebem um novo dispositivo pedem ajuda ao HelpDesk para ativação e instrução de uso. Acompanhe os resultados e identifique os usuários resistentes à mudança.

5. Benchmark (referência comparativa)

O trabalho duro de implementação está feito, mas isso não é tudo. É preciso comparar os gastos, uso de dados e planos e  cenários novos, aos antigos. Por exemplo, os usuários de BlackBerry usam muito menos dados comparados à outros aparelhos. Compare gastos x orçamento e veja se realmente vale a pena, por vezes o custo de um novo aparelho é baixo, mas o gasto muito maior.

6. Controle

O exemplo da transição da BlackBerry pode ser usado como um procedimento à ser seguido pelas empresas para lidar com futuras mudanças bruscas tecnológicas. Avalie constantemente novas tecnologias, observe se as mesmas atendem as necessidades dos funcionários e fique de olho nos custos. Verifique também a posição no mercado e saúde financeira da marca/tecnologia/operadora que deseja migrar.

Conclusão

Novas tecnologias trazem muitas promessas para o futuro, e as empresas têm de estar preparadas para lidar com a mudança. Um programa bem estruturado com recursos, pessoas e integração ajudará as empresas a transitar com segurança pelas mudanças que vão além do que estamos vendo acontecer com os BlackBerrys.

A sua empresa trabalha com Blackberry? Já trocou os smartphones ou pretende trocar? Qual a sua marca favorita?

Topics: estratégia de migração de aparelhos, blackberry

Posts Recentes

Tópicos

veja todos

Inscreva-se para receber novidades