<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1616712345234498&amp;ev=PixelInitialized">
SOLICITE ATENDIMENTO

BLOG MOBILIT

Excelência em gestão de despesas de telefonia móvel, fixa e dados.

Como fazer seus colaboradores saberem que segurança de dados também é da responsabilidade deles

Postado por Mobilit em 03/07/2014 11:30

Imagem_blog_mobilit_03Quando se trata de segurança de dados, certifique-se de que seus funcionários sejam treinados para serem responsáveis pela segurança. Se ninguém se responsabiliza, se as funções não são atribuídas, então nada é feito. Vejamos alguns dados atuais.

COMO FUNCIONÁRIOS SE SENTEM SOBRE A SEGURANÇA DOS DADOS EM SEUS DISPOSITIVOS

  • Cerca de 25% alegam que os funcionários não devem sofrer penalidades ao perder dados da empresa, afinal, “não é responsabilidade deles”.
  • Somente 44% disseram que o empregador possuía uma política sobre “telefones perdidos” que foi comunicada à equipe.
  • 24% disseram que não conheciam a política de empresa.
  • Somente 9% alegaram que ficariam preocupados se perdessem o telefone contendo dados da empresa. Ao passo que 62% alegaram que o funcionário deveria ser multado se acaso perdesse dados de umcliente.
  • 35% dos funcionários que de fato já perderam o telefone alegaram que não mudaram seus hábitos em relação à segurança.

COMO CRIAR INTERESSE E FAZER DA SEGURANÇA UM TRABALHO DE TODOS

Por um lado, esses maus hábitos só existem por falta de regras e posturas. Existem medidas efetivas para despertar o interesse em segurança e ganhar a atenção de sua equipe.

TESTE PARA COMPROVAR

Funcionários que estão familiarizados com tecnologia se sentirão insultados com dicas e instruções de nível primário. Dê a eles um verdadeiro desafio para saber se realmente sabem lidar com situações de risco.

Questionários, verificação de passwords, tentativas reais de phishing, e-mails propositais com apps maliciosos, tudo isso pode ser usado - e ser mais divertido – do que um simples e-mail com instruções simples e conhecidas.

APRESENTE UMA POLÍTICA DE SEGURANÇA FÁCIL DE SER ASSIMILADA

Simplifique, siga o seguinte exemplo ao produzir seu protocolo:

  • Capaz de ser lido em menos de 10 minutos
  • Explicação clara de como devem ser os procedimentos: Updates do Windows, definição de uma senha na tela de bloqueio, e compartilhamento de arquivos com colegas.
  • Defina os limites entre pessoal e profissional: Local estipulado para uso pessoal e profissional de notebooks e tablets, login bloqueado de contas corporativas em computadores de terceiros.

ESPERE RESULTADOS, NÃO MILAGRES

Funcionários problemáticos podem atrapalhar ou se opor à implantação de uma política de segurança, torne-os cientes das sanções aplicáveis à má conduta nesse sentido. É preciso que todos entendam da importância de tais procedimentos, para evitar brechas na segurança.

TORNE VISÍVEL A SUA POLÍTICA DE SEGURANÇA

Por vezes, simplesmente um aviso no lugar certo, aonde seja visualizado por todos é mais eficaz do que encher as caixas de

e-mail dos funcionários. Seja criativo, coloque avisos, cartazes, folders pedindo aos funcionários o que gostaria deles, use do bom humor e polidez. Faça uma campanha para lentamente ganhar atenção e incutir nas mentes de sua equipe que segurança também é de responsabilidade deles.

Tem alguma medida que deu certo na sua empresa e quer compartilhar? Conte-nos nos comentários!

New Call-to-action

 

Topics: segurança da informação

Posts Recentes

Tópicos

veja todos

Inscreva-se para receber novidades