<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1616712345234498&amp;ev=PixelInitialized">
SOLICITE ATENDIMENTO

BLOG MOBILIT

Excelência em gestão de despesas de telefonia móvel, fixa e dados.

Cinco dicas para proteger a segurança da sua rede corporativa

Postado por Mobilit em 11/02/2015 11:30

mob_jan_09Não importa o mercado em que atua, o porte ou os objetivos de negócios: empresas hoje são reféns da tecnologia, e seus sistemas, dados e arquivos não podem ficar concentrados em outro lugar, que não em computadores.

O maior perigo desse cenário é fazer de conta que está tudo bem, tudo está seguro e nada vai acontecer – afinal, essas coisas só acontecem “com os outros”.

Ficam reunidos, então, dados de balanço, vendas, contratos, estratégias, faturamento e planejamento em um ambiente que pode sofrer ações diversas, como ataques de vírus e instalação de spyware.

Como garantir, de fato, que essas informações internas e valiosas estejam protegidas?

Olhar para isso não é uma ação opcional; as empresas devem entender que cuidar da segurança de suas tecnologias é essencial para manter os negócios funcionando.

E acredite, a ameaça maior se volta às pequenas empresas, que geralmente se preocupam e investem menos em segurança. Grandes companhias, sobretudo multinacionais, estão 100% do tempo atentas a isso, o que dificulta ações de má fé.

Assegurar tanto material parece uma tarefa enorme e trabalhosa, e realmente é. Não à toa, existem fornecedores especializados em segurança em TI, que podem desenvolver ações específicas de prevenção e instruir quanto à instalação de softwares que detectam e previnem o ambiente de ameaças.

No entanto, independente da contratação de um parceiro, você e sua equipe podem tomar algumas iniciativas extremamente úteis para colaborar com a segurança da rede.

Existe a impressão geral de que proibir o acesso dos funcionários a redes sociais garante mais segurança. É fato que elas trazem muitos links suspeitos que podem instalar aplicativos maliciosos nos computadores. Porém, limitar o acesso acaba gerando desmotivação e descontentamento dos funcionários. O ideal, nesse caso, é fazer concessão com cuidado e manter regras específicas.

Há ações básicas, como o estabelecimento de regras para criação de senhas, a realização de backups frequentes e a delimitação de quais usuários podem acessar quais tipos de dados – todas podem significar um grande começo.

Há, porém, atitudes ainda mais eficazes que, somadas aos cuidados iniciais, podem fazer a diferença na hora de uma tentativa de ataque de qualquer natureza:

1.      Mantenha os olhos abertos: sua rede deve oferecer a possibilidade de ser vista amplamente. Você deve ser capaz de acompanhar as atividades e entender o comportamento dos usuários para, assim, decidir se determinada mudança de comportamento representa um risco para o ambiente. Considere que as mudanças são muito rápidas, e sua rede é viva, dinâmica. Por isso, mais um motivo para ficar de olho; use ferramentas que suportem a velocidade do seu negócio;

2.      Identifique riscos: os softwares escolhidos para proteger sua rede devem mostrar quais atitudes são suspeitas e quais, de fato, são uma ameaça, especialmente se são frequentes. Busque por programas modernos, que têm a capacidade de averiguar completamente seus sistemas;

3.      Obtenha ferramentas detalhistas: programas que detectam informações específicas de possíveis invasores contribuem muito para o programa de segurança;

4.      Crie processos: ao inserir ferramentas de automatização em seu ambiente, você consegue obter o máximo de uma política de segurança – é mais fácil divulgá-la e exigir seu cumprimento;

5.      Utilize tecnologia de ponta: não faça economia, adquirindo soluções que já não cobrem os tipos de atividades que sua estrutura desenvolve. É aconselhável ter escalabilidade e flexibilidade quando necessário alterar itens de sua rede. Soluções modernas de proteção garantem o acompanhamento e rastreamento de ameaças em todo o seu ambiente.

Ameaças existem, e ignorá-las não vai fazer com que desapareçam, ao contrário. O trabalho é grande, mas não impossível, e com esses passos iniciais, você já consegue manter o mínimo de segurança necessária para o bom funcionamento de sua empresa.

Converse com especialistas, busque possíveis parceiros e desenvolva políticas customizadas ao seu negócio – uma das formas mais eficazes de não dar sopa para o azar.

 

 

Topics: segurança da informação, Dicas de TI, segurança de dados

Posts Recentes

Tópicos

veja todos

Inscreva-se para receber novidades