<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1616712345234498&amp;ev=PixelInitialized">
SOLICITE ATENDIMENTO

BLOG MOBILIT

Excelência em gestão de despesas de telefonia móvel, fixa e dados.

4 problemas que impedem o sucesso da equipe de TI e como resolvê-los

Postado por Mobilit em 08/05/2015 11:30

equipe de tiAlguns departamentos de TI por vezes levam a má reputação de serem lentos e inefetivos, prejudicando prazos, usuários e dificultando o trabalho de todos.

Os usuários de hoje têm outras alternativas, como o SaaS (Software-as-a-Service), que fazem muito do trabalho por eles. Se o TI não pode ajudar, alternativas são encontradas.

Portanto, o TI só tem um caminho: Ou tornar-se mais ágil e participativo, ou correr o risco de ser improdutivo dentro da empresa.

A questão então reside em: Como podemos tornar o departamento de TI mais ágil e responsivo?

Veja opinião de especialistas no assunto sobre 4 questões comuns encontradas em equipes de TI:

1 – Crie uma arquitetura ágil

A importância de uma boa arquitetura não pode ser subestimada. Por arquitetura, podemos entender a estrutura física e tecnológica da área de TI dentro de uma empresa. Linhas fixas e móveis, dispositivos móveis (smartphones, tablets) de uso pessoal ou não, acesso à internet de alta velocidade e softwares operacionais adequados determinarão a eficiência da equipe.

Se não há uma estrutura adequada, as necessidades do usuário não serão satisfeitas, causando grandes transtornos.

2 – Tenha uma plataforma padronizada

Uma plataforma central de dados é um ativo valioso para o TI. Reunir as informações sobre o inventário de dispositivos, utilização, gestão de despesas e contratos de telecom, é tarefa essencial para todo gestor que se preze.

Desenvolva suas operações em torno de uma plataforma robusta, que preze por automatizar o máximo de tarefas complexas, e dessa forma liberar a força de trabalho para outras funções geradoras de renda.

3 – Melhore a comunicação entre TI e o negócio

A relação entre TI e as outras áreas da empresa deve ser direta e constante. O engajamento com os usuários deve ser no sentido de obter feedback sobre o que pode ser melhorado, e se isso irá requerer novos processos ou políticas, ou implementação de tecnologia.

Apesar de parecer simples, esse processo é muitas vezes dificultoso, pois não existem meios de comunicação disponíveis, e a mesma é truncada, como se não houvesse um consenso sobre as demandas do negócio.

Da diretoria até a produção, todos devem falar a mesma língua, e para isso é preciso haver uma política interna, que deve englobar os termos utilizados pelos setores, estabelecer a função de cada área, os fluxos de trabalho, a gestão do uso da tecnologia e controle de despesas.

A parte complicada aqui é a constante mudança de cenário, seja de mercado, tecnológico ou as necessidades da diretoria e funcionários.

A equipe de TI deve ser a mais “antenada” nas mudanças, propor soluções práticas, além de acompanhar e controlar as variáveis de ambiente (mudanças no quadro de funcionários, uso de dispositivos, novos sistemas e aplicativos,etc).

4 – Educação dos colaboradores

A pior coisa é oferecer uma solução para as necessidades dos usuários, sem notificá-los ou explicar como tudo funciona.

Não adianta implementar novas funcionalidades sem conseguir a adesão dos colaboradores. Treinamento, documentação e suporte pode significar um atraso nas operações, e o que deveria ajudar, acaba atrapalhando muito.

A implementação, seja de sistemas, aplicativos, práticas ou políticas, deve vir acompanhada de um suporte adequado, aonde deve-se calcular o tempo médio que aprendizagem do novo processo com as melhorias que pode-se ganhar, e se vale a pena todo o esforço.

Por vezes é mais fácil, rápido e barato implementar novas tarefas através da terceirização, via parceiros adequados e capacitados, que farão o serviço muito melhor e mais rapidamente do que uma equipe ainda destreinada para a função.

Como podemos perceber, nenhum destes passos é algo simples, e transformar uma área de TI problemática dá trabalho. Mas pior do que isso é ignorarmos o problema, e deixarmos nossa área de TI obsoleta ou confusa em muitos aspectos.

Nessa hora, se a nossa escolha for por criar uma governança forte, devemos nos munir de conhecimento, interesse e exemplos de sucesso. Parcerias, como consultorias, auditorias e automatização de processos serão de enorme ajuda para criarmos um novo patamar de eficiência.
mobilidade corporativa

Topics: Responsabilidade e Compromisso, Profissionais de TI, Sucesso de equipe

Posts Recentes

Tópicos

veja todos

Inscreva-se para receber novidades